domingo, 12 de agosto de 2007

Chelsea vs Birmingham

data: 12.08.07
local: Londres, Stamford Bridge
competição: Premiere League, jornada 1
resultado: Chelsea, 3 - Birmingham, 2
marcadores: 0-1 (Forssell), 1-1 (Pizarro), 2-1 (Malouda), 2-2 (Kapo), 3-2 (Essien)

Resultado algo enganador, face ao domínio intenso dos londrinos, donos e senhores do jogo, nesta recepção ao Birmingham, orientado por Steve Bruce, promovido à Premiere League. Numa solarenga tarde de Verão, foram os forasteiros os primeiros a inaugurar o marcador, através de um ex-atleta da casa. Forssell, finlândes, não comemorou o golo, num sinal de respeito aos adeptos que anteriormente o vitoriavam. Alegria de pouca dura, pois 3 minutos depois Pizarro, um dos novos reforços da equipa de Mourinho, estabeleceu a igualdade. Sem grandes preocupações, os "blues" chegaram facilmente à vantagem, com o francês Malouda, sempre muito activo, a fazer o 2-1, numa bez gizada jogada de ataque. Parecia que o Chelsea embalaria para a goleada, mas Kapo não esteve pelos ajustes, marcando o melhor golo da tarde, num remate indefensável. O 2-2, efusivamente comemorado pela ampla falange de apoio vinda de Birmingham, era o resultado ao intervalo.

Não tiveram que esperar muito os adeptos azuis para verem o seu clube a passar para a frente do amrcador, definitivamente. Essien, após passe do melhor homem em campo, Wright-Philips (quem diria), marcou de fora de área, colocando um ponto final na discussão do resultado. O jogo desenrolou-se até final, com as oportunidades criadas a serem monopolizadas pelo ataque do Chelsea. Drogba ainda entrou, criando um dos momentos do jogo, com um pontapé do meio-campo, que quase surpreendia o guarda-redes contrário. Como habitualmente, ainda houve tempo para mais um jogador do Chelsea, neste caso Essien, sair ligeiramente tocado. Enfim, o habitual.
---------------------------------------------------------------------------------

2 comentários:

johnny disse...

A 1ª já cá mora:)
Mais fácil do k o resultado deixa antever. Pena a lesão do Essien, em dúvida para o próximo jogo. K praga de lesões!

Bruno Pinto disse...

O Chelsea ainda está longe do melhor mas deu para ganhar com relativa tranquilidade. Gostei de ver um 4-4-2 arrojado, com o Essien a trinco, Malouda e Wright-Phillips como interiores e Lampard. Mais ofensivo é difícil. Na frente, gostei do Pizarro, que se confirma como um reforço de excelente nível, só falta o Drogba estar a 100%, embora o Kalou tenha estado bem. Com este onze inicial, dá perfeitamente para adaptar 0 4-4-2 ao 4-3-3 rapidamente com o jogo a decorrer e vice-versa, o que me parece inteligente. Só não percebo porque é que o Paulo Ferreira não é titular mais vezes. É que aquele Johnson é mesmo fraquinho. E Mourinho em 2004 considerava o Paulo Ferreira o melhor lateral-direito do mundo. Pelos vistos, mudou de opinião. Não se percebe a crescente falta de aposta no ex-portista.
Bela vitória, com a cereja no topo do bolo que foi o empate do United. Sobre este nulo, nunca vi uma equipa a defender tanto como o Reading, muito feio! Cristiano Ronaldo bem tentou remar contra a maré e uma palavra para Nani. Entrou ao intervalo e jogou muitíssimo bem, sem complexos nem nervos. Promete ser uma agradável surpresa, até para mim que não acreditava nele. Anderson ficou de fora e é capaz de ter feito falta na segunda parte, de tal forma que Ferguson foi obrigado a meter essa estrela (cadente) chamada O'Shea, por falta de melhores opções.

Grande jornada do futebol inglês. Que campeonato!!