segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Dead man walking

Não podia deixar de partilhar com vocês este delicioso título do insuspeito "Times", na análise ao recente Tottenham-Arsenal. A encabeçar a página, a seguir ao título em negro, uma fotografia gigante de Martin Jol, o treinador dos spurs. Parece ser este o fim da linha para o técnico holandês, responsável pelos melhores resultados nos últimos 20 anos na equipa londrina, mas vitíma da ambição do emblema histórico, que tanto apostou nesta temporada. O 5º lugar da última temporada apenas acentuou esse desejo de regresso aos tempos áureos, com o dinheiro a ser investido à grande, tornando o Tottenham um dos grandes animadores do defeso. Contudo, a realidade actual é bem diferente da propalada ambição de lutar por um lugar na Champions. 4 derrotas em 6 jornadas colocam a cabeça de Martin Jol na guilhotina. Os nomes de eventuais sucessores, sempre um indicador fiável de que a chicotada psicológica se aproxima, vão surgindo diariamente. Depois da recusa de Juande Ramos, aparece agora o nome do ex-seleccionador italiano Marcelo Lippi. Nuvens negras sobre a cabeça do "dead man walking".
-------------------------------------------------------------------------------

2 comentários:

rui tavares disse...

:)
Sem dúvida, um título genial, e que representa bem o estado actual da situação do técnico. É assim a vida do futebol. Nem os bons resultados anteriores o safam, estou certo.

Abraço,

carlos magno disse...

Boa análise, mas parece-me k Martin Jol resistirá. Se bem te lembras, Paulo, no ano passado o inicio do Tottenham foi similar ao deste ano e acabaram em 5º. Estão ainda a tempo de recuperarem!